Confira os pontos mais perigosos das estradas cearenses na Semana Santa

Quem vai viajar pelas estradas que cortam o Ceará neste feriado de Semana Santa deve redobrar a atenção nas rodovias, pois alguns trechos das BRs e CEs apresentam condições ruins para o trafégo. Um levantamento do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte(Dnit) sobre a situação das rodovias no Ceará aponta trechos em obras, incidência de buracosnas pistas e sinalização precária em diversos pontos. A última atualização feita pelo órgão foi no dia 9 de abril.  
Ainda em Fortaleza, na avenida Bezerra de Menezes, no trecho da BR-020 entre a BR-222, a pista está regular para tráfego devido a implantação de dois viadutos na área. É preciso ter atenção.  Os motoristas que seguirem em destino ao município de Beberibe, na BR-304, entre aBR-116 na altura da localidade Boqueirão do Césario e CE-040, devem enfrentam uma pista com condições regulares e buracos isolados. A atenção tem que ser redobrada no trecho entre BR-116 e Aracati. 
Para quem for viajar para o Litoral Leste e pegar a BR-304, deve ter cuidado no trecho entre a CE-040 que dá acesso ao município de Aracati. O local apresenta obras de duplicação de ponto sobre o Rio Jaguaribe e, por isso, é necessário reduzir a velocidade no km 47 no entrocamento com a CE-40. O km 52,4 ao 102,5 apresenta condições regulares de tráfego com buracos isolados na pista.
Confira o mapa 

O Departamento Estadual de Rodovias (DER) alerta que as rodovias estaduais em obras merecem cuidado, em especial na CE-060, entre Pacatuba e Redenção, na CE-085, entre Caucaia e Paracuru, e a CE-348, na BR 222, Pecém e Siupé.
Na Região Norte, de acordo com o Dnit, na BR-222, entre a CE-341 no município de Croatá e a CE-243 no município de Itapajé, do km 78 ao km 84, os trechos estão precários. Já a partir do km 108 ao km 112 o tráfego segue em apenas uma faixa e com sinalização deficiente. O tráfego se agrava mais ao chegar no município de São Luiz do Curu, onde o motorista deve redobrar a atenção na curva da morte, que atualmente conta com o desmanche das rochas. O Dnit alerta também a construção de um viaduto na curva dos frios. 
Outro ponto da BR-222, na Região Norte, entre a CE-243 em Itapajé e CE-176 e a localidade de Patos, merece atenção. Apesar da boa sinalização, o órgão recomenda cautela durante as travessias urbanas no trecho de Itapajé/Irauçuba ao entroncamento com a CE-176 que dá acesso ao município de Patos. Já na cidade com o trecho que dá acesso a cidade de Sobral, nos kms 222,8 a 228,8, a sinalização horizontal encontra-se precária. 
Conforme o Dnit, os motoristas que seguirem na BR-222 em direção ao município de Tianguá devem ter cuidado, principalmente a noite, do km 311,5 ao 314,4. Os trechos apresentam pistas com buracos, desvios de tráfego no entorno dos viadutos e pouca sinalização. 
Nas rodovias estaduais o Departamento Estadual de Rodovias (DER) alerta que os motoristas devem depositar uma atenção especial durante o feriado nas vias localizadas na Região de Serra, como no Maciço de Baturité, nas CE's 065, 356 e a 257, e na Serra Grande, CE's 187, 323, 327 e 321. 
Já para quem viaja com destino ao Sertão de Crateús, na BR-404, entre a CE-333 na cidade de Ipaporanga e a BR-226/403 no município de Crateús, não existe sinalização. O trecho está em obras e é recomendado bastante atenção. 
Se o destino é o Sertão Cearense, na BR-020, entre a BR-226 na localidade de Santa Cruz do Banabuiú, cidade de Pedra Branca, e CE-169/266 para Boa Viagem, fique ligado pois conta com muitos buracos e animais na rodovia dificultam o tráfego. A sinalização também é deficiente.

No Sul Cearense, o Dnit alerta para os motoristas terem cuidado na BR-230, entre a BR-116 a CE-116 que leva ao município de Farias Brito. No local, a trafegabilidade é ruim até o km 43 com muitos buracos e afundamentos ao longo do trecho. Além da sinalização irregular e, a maioria delas, sendo coberto pelos matos na região. 

Morena com a sigla UPP tatuada aparece em vídeos fazendo sexo com PMs: ‘Sou fanática por policial’

Ela é morena, cabelos longos e ondulados, o corpo coberto por tatuagens, sendo que uma delas chama atenção: na virilha, a moça, de 23 anos, gravou a sigla UPP. Conhecida como Patty, Patrícia Alves costuma percorrer os containers em áreas pacificadas do Rio para manter relações sexuais com policiais. Ela se deixa filmar e fotografar em ação. Seus vídeos se espalharam por meio do WhatsApp, e os policiais já se referem a ela como Pattyficação, a musa das UPPs.
Com voz tímida, ela afirma que tem atração por militares desde os 15 anos e que já percorreu batalhões para encontrá-los. Há cinco anos, ela só frequenta as unidades da PM nas favelas:
— Não ganho para isso (manter relações sexuais) com eles. Faço porque gosto, por prazer. Sou fanática por policial.
Nas imagens que circulam pelos bate-papos virtuais, a jovem é vista na companhia de vários homens, em viaturas e até dentro das bases. Em uma das fotos, ela está com uma farda preta, segurando um fuzil.
A mulher tem 'UPP' tatuado e diz ser fanática por policial
A mulher tem 'UPP' tatuado e diz ser fanática por policial Foto: Via Whatsapp
De acordo com PMs, eles ligam para o celular dela agendando os encontros para as madrugadas. Nenhum, entretanto, assume que tenha usado os serviços prestados por Patty.
— Já ouvi falar muito dela, todo mundo a conhece — afirma um soldado da UPP da Nova Brasília.
Patty conta que veio de Pernambuco para o Rio na adolescência e, hoje, vive com a irmã e o cunhado. Ela não trabalha e quase não sai de casa. No fim do dia, porém, chama um táxi e escolhe a UPP que vai visitar. E garante que usa camisinha em todas as relações, que acontecem tanto com praças como com oficiais:
— Eu quero ficar famosa. Na polícia, eu já sou, né? Amo muito os PMs. Fiz a tatuagem (da UPP) em homenagem a eles.
A fama é confirmada:
— Não existe quem não conheça essa mulher nas UPPs — brinca outro soldado, da UPP do Alemão.

Fonte: Extra

Larissa Riquelme veste as cores do Brasil em ensaio de produtos eróticos especial para Copa de 2014



Na Copa do Mundo de 2010, só a Espanha ofuscou um pouco o brilho de Larissa Riquelme. Famosa por ter colocado um celular entre os seios nas arquibancadas dos estádios na África do Sul, a paraguaia se transformou em Musa do Mundial. Na Copa de 2014 no Brasil, o Paraguai não está entre as seleções, mas a jovem já tratou logo de tentar fisgar o título novamente em um ensaio erótico e especial.
A modelo vestiu roupas com as cores do Brasil
A modelo vestiu roupas com as cores do Brasil Foto: Divulgação / Hot Flowers
Garota-propaganda da marca de produtos eróticos “Hot Flowers”, Larissa fez fotos vestindo usando poucas roupas com as cores do Brasil, em homenagem ao país da Copa. Bandeiras do país também servem de cenário para as imagens. Em uma delas, na piscina, a modelo usa uma camisa amarela da seleção brasileira.
“#hotflowers #noivadomundial #produçãoparaomundial2014 #reinodonundial”, escreveu a jovem ao publicar uma foto nas redes sociais.
Ainda neste mês, a empresa lançará seu catálogo com os produtos tradicionais e alguns com o tema da Copa do Mundo.
Ensaio sensual de Larissa Riquelme para empresa de produtos eróticos
Ensaio sensual de Larissa Riquelme para empresa de produtos eróticos Foto: Reprodução / Hot Flowers
Ensaio sensual de Larissa Riquelme para empresa de produtos eróticos
Ensaio sensual de Larissa Riquelme para empresa de produtos eróticos Foto: Reprodução / Hot Flowers
Ensaio sensual de Larissa Riquelme para empresa de produtos eróticos
Ensaio sensual de Larissa Riquelme para empresa de produtos eróticos Foto: Reprodução / Hot Flowers
Ensaio sensual de Larissa Riquelme para empresa de produtos eróticos
Ensaio sensual de Larissa Riquelme para empresa de produtos eróticos Foto: Reprodução / Hot Flowers


Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/copa-2014/larissa-riquelme-veste-as-cores-do-brasil-em-ensaio-de-produtos-eroticos-especial-para-copa-de-2014-12081248.html#ixzz2xutCaIJH

Acidente deixa dois mortos na Estrada de Barroquinha a Chaval


PREUma colisão entre uma caminhoneta e uma motoneta deixou dois homens mortos no início da tarde deste sábado (29), no município de Chaval, a 400 km de Fortaleza. As vítimas, que estavam sem capacete, foram identificadas como Antônio Carvalho da Silva, de 39 anos, e Francisco das Chagas da Silva, 44. Conforme a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a caminhoneta ia no sentidoBarroquinha/Chaval, enquanto a motoneta fazia o caminho contrário. A colisão frontal aconteceu na CE 085, na localidade de Mucambo. O motorista do carro se evadiu do local do acidente sem prestar socorro às vítimas. Antônio Carvalho, condutor da moto, não tinhacarteira de habilitação. Ambos os homens, naturais de Chaval, tiveram o óbito confirmado no local.

Jornal chama Mascote da Copa de "Ânus" na Alemanha

O mascote da Copa do Mundo do Brasil foi vítima de uma mal-entendido pela imprensa alemã. O jornal “Die Welt“, um dos mais conhecidos da Alemanha, noticiou que “Fuleco” significa “ânus” na linguagem popular brasileira.
O assunto foi repercutido por diversos jornais do país e da Áustria. O principal comentário da mídia era como o significado do nome do mascote seria uma “vergonha” para a Fifa e para a organização brasileira do evento.
Na segunda-feira (31), dois jornais que falaram sobre o assunto, “Bild” e “Hamburger Morgenpost”, explicaram que o nome do “pobre Fuleco” na verdade vem da junção de “futebol” e “ecologia”, como afirma a Fifa.
Os veículos relataram que foi um “brincadeira de mal gosto” que surgiu quando um internauta postou um verbete no Dicionário Informal. Este site é escrito por qualquer usuário e possui 54 definições para “Fuleco”, mas todos os nomes surgiram depois da criação do mascote.
As notícias foram criticadas pelo blog Bildblog, que mostra erros na imprensa alemã, e considerou o fato como uma mancada do jornal “Die Welt” e da mídia do país por darem a informação semchecar a sua veracidade.
Após receber diversos comentários negativos, inclusive de brasileiros, o jornal publicou em seu site uma justificativa da autora da matéria. Ela afirma que o termo faz referência à “linguagem dos escravos africanos no Brasil“.

Náufrago que passou 13 meses perdido no mar afirma que foi Deus quem o salvou


Poucas pessoas receberam tanta atenção da mídia mundial  quanto José Salvador Alvarenga, 37, que sobreviveu durante mais de um ano perdido no oceano. Ele conta que foram 13 meses tomando água de chuva e comendo aves, peixes e tartarugas crus, que caçava com as mãos. Por vezes, precisou beber a própria urina ou beber sangue de tartaruga. Sua história mais parece saída de um filme e muitos chegaram a questionar sua veracidade. Nascido em El Salvador, mas vivia no México a mais de 15 anos, Alvarenga saiu para pescar tubarões 21 de dezembro de 2012. Ele estava com um adolescente chamado Ezequiel, que acabou morrendo quatro meses após o naufrágio.


Alvarenga ficou à deriva, em uma barco de fibra de vidro medindo sete metros e com um motor pifado. Sua viagem improvável só foi acabar quando a embarcação foi arrastada até um recife perto ao atol de Ebon, nas Ilhas Marshall. Foram mais de 10 mil quilômetros percorridos ao sabor das correntes.

Perguntado sobre como sobreviveu, ele apontou para cima e disse: “foi Deus …. A minha fé em Deus.” Entre as muitas entrevistas que concedeu nos últimos dias, contou que após Ezequiel morrer, pensou em suicídio. Foi então que decidiu começar a orar constantemente: “Eu pedi para Deus me salvar… Mantive minha mente em Deus. Se tivesse que morrer, teria estado em companhia de Deus. Por isso não tive medo”.José Salvador Alvarenga

Chegada de José Salvador Alvarenga.

Isso não o isentou de sofrimentos, “não sabia a hora nem o dia, nem a data. Eu só sabia quando tinha sol e quando era noite… nunca vi a terra, só o oceano, sempre muito calmo. Apenas uns dois dias vi ondas grandes”.

Conta ainda que quando a embarcação foi arrastada até a terra começou a clamar “Oh Deus bendito”. Pulou do barco e com muita dificuldade nadou até a praia, onde desmaiou. Os moradores da ilha não compreendiam o que Alvarenga dizia, pois ele só fala espanhol. Pouco tempo depois sua história incrível virou manchete em jornais pelo mundo todo. As autoridades locais estão encaminhando a documentação para que possa ser repatriado.

Embora tenham surgido especulações sobre a veracidade de seu relato, um jornal mexicano visitou a aldeia de Tonalá, onde Alvarenga disse que morava no México. Os pescadores locais dizem que se lembram dele e do dia em que foi para o mar e não voltou. Todos julgavam que havia morrido, pois barcos foram enviados para procurá-lo e mais tarde o Estado enviou um avião. “É uma grande surpresa”, afirmou o pescador Belarmino Rodriguez Solis, um vizinho de Alvarenga. “Ninguém sobrevive mais de três ou quatro meses nessas condições”. Com informações CNN.


 


Golfinho morre encalhado em praia de Barroquinha


Golfinho Encalhado

Um golfinho foi encontrado encalhado na tarde da última terça-feira (4) na Praia das Curimãs, em Barroquinha, a 385 km de Fortaleza. O animal foi colocado em umapequena piscina natural, mas não resistiu emorreu na manhã desta quarta-feira (5). Umacorda foi encontrada no estômago do animal.
De acordo com os profissionais do Projeto Biomade, da Petrobras, o animal foi encontrado por pescadores na areia seca, a cerca de 50 m do mar e, ao perceberem que o golfinho estava vivo, colocaram ele numapiscina natural que havia se formado naturalmente na beira do mar. Pouco tempo depois da notificação, os primeiros biólogos, do Projeto Biomade, com sede em Luis Correia, no Piauí, chegaram e, logo depois, os da ONG Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis), com sede em Fortaleza. O atendimento durou toda a madrugada e manhã desta quarta (5).
"Alguns esforços dos populares, como tentar alimentá-lo, complicaram o quadro de estresse do animal", disse a coordenadora técnica do projeto, Werlane Magalhães, que retificou que a melhor coisa a fazer é notificar os órgãos responsáveis pelo salvamento do animal e deixá-lo parado, já que normalmente os animais encalhados estão bastante debilitados. Ela reconheceu, por outro lado, a boa intenção da população em querer ajudar.

Na manhã desta quarta-feira (5) o animal morreu e, durante a necrópsia foram encontrados pedaços de corda no estômago do mamífero. Acredita-se que a obstrução no trato digestório o tenha feito desviar para a praia e impedido sua alimentação, causando a morte do bicho. O golfinho era uma fêmea de 1,89 m de comprimento e fazia parte da espécie Stenella frontallis, mais conhecida como Golfinho-pintado-do-atlântico.

Solteirões do Forró lança música que satiriza homem que divulgou vídeo realizando disparos em via pública

A banda Solteirões do Forró lançou na última terça-feira (4) uma música em alusão ao homem que divulgou um vídeo realizando disparos em via pública em uma rede social. A ação criminosa gerou polêmica no fim de janeiro e o jovem foi identificado, e preso, pela Polícia.
A música é de autoria da banda de forró Kbra da Peste. “A música não foi feita com intenção de fazer alusão [ao jovem]. Foi uma brincadeira. Várias pessoas fizeram vídeos satirizando a situação, como todo cearense procura fazer, levando no tom de humor. Nossa intenção foi de promover uma música com caráter de humor e sátira”, afirmou o empresário, e um dos compositores da música, Jonathan Coutinho. A música também teve participação de Matheus Coutinho e Thiago Coutinho.
Na música de 2min42s, o líder da Solteirões do Forró, Zé Cantor, canta: “Tô doido, tô doido, tô doido, tô doido, eu tô doido. Papoca, menino! Papoca, menino!”


Nascido no Ceará, patinador fica em 5º no primeiro dia das Olimpíadas de Sochi


Patinação
Mesmo antes da cerimônia de abertura, que será nesta sexta-feira (6), um cearense já participou das primeiras provas clássificatórias nas Olimpiadas de Inverno 2014, realizada em Sochi. Trata-se de Florent Amodio, que ficou em 5º lugar patinação artística, com nota 79.93. Apesar de ser um dos brasileiros naRússia, Florent defende na competição as cores da França e já somou 6 pontos para sua delegação.

O patinador de 23 anos nasceu em Sobral e foi adotado quando ainda era criança. Seu nome de batismo era Francisco Thiago dos Santos e sua mãe o entregou aos pais franceses alegando não ter condições de criar o garoto. O cearense naturalizado francês chegou à Rússia com 3 medalhas em Campeonatos Europeus no currículo e defende uma enorme tradição da França na prova. 
Amodio nunca pensou em competir pelo Brasil. ”O Brasil é o meu país, onde nasci, e permanecerá para sempre no meu coração. Mas vivo na França. Passei a minha vida na França, e, portanto, estou competindo para a França “, explicou ele em uma entrevista para o Golden Skate, principal site especializado em patinação artística no gelo. Amodio só retornou ao Brasil em 2008, quando já era patinador.
Um atleta de sucesso
Amodio começou a ter destaque na patinação artística cedo, tendo sido campeão da etapa final do Circuito Mundial Júnior de 2008/2009. Naquela mesma temporada, porém, frustrou ao ser apenas o 15.º no Mundial da categoria. Quando ainda tinha 20 anos, ganhou o Campeonato Europeu de 2011, um ano depois de se sagrar campeão nacional pela primeira vez. Nos anos seguintes, acumulou um bronze e uma prata no continental, além de outros dois títulos e dois vice-campeonatos no Francês.


Protestos marcam enterro do motorista assassinado em Barroquinha

O assassinato bárbaro que tirou a vida de Vagner Laurindo da Costa, de 49 anos, o "Vavá", Motorista da Secretaria de Saúde de Barroquinha, na madrugada de segunda-feira (03), gerou revolta na população. Após ser apreendido pela polícia, próximo à localidade de Araras, na zona rural do município, o menor R.F.C, de apenas 16 anos, confessou friamente ter matado "Vavá", com uma facada na garganta. 
Em frente ao fórum, onde o menor foi depor, no início da tarde de terça-feira (04), centenas de pessoas, indignadas com o crime, ameaçavam linchar o adolescente, que é usuário de drogas, e já teria até ameaçado pessoas da própria família devido ao vício. O acusado mora ao lado do local onde o crime foi cometido, e por isso foi o primeiro nome a entrar para a lista dos suspeitos da população. "Vavá" pode ter sido morto enquanto dormia. A vítima foi motorista da ambulância do município até 2012, quando passou a dirigir para a Secretaria de Saúde, mas vez por outra transportava doentes para Sobral ou Fortaleza. 


Ao blog foi dito que ele era muito querido pela forma como tratava os pacientes. Durante seu enterro, várias pessoas, na maioria jovens, mostravam cartazes de protesto contra a violência e o uso de drogas. Apesar do caso ter sido solucionado em tempo recorde pela Polícia Militar, resultando na transferência do menor para uma instituição em Fortaleza, o sentimento de revolta permaneceu entre os populares, que já temem pelo próximo caso trágico envolvendo drogas e menores no município. Nos últimos meses Barroquinha vem sofrendo com as sequelas do consumo cada vez maior do crack. O mal, que é nacional, se alastra cada vez pelas cidades do interior, onde inexiste políticas públicas de prevenção e combate ao vício, além da quase inexistência do aparelho repressor.  

Fonte: Camocimonline
Fotos: Gérfeson Vasconcelos 

Bell Marques lança primeiro CD e divulga nova música de trabalho em carreira solo


Com o carrnaval chegando, o cantor Bell Marques já apresentou o seu primeiro CD solo, além da primeira música de trabalho. A divulgação foi feita pelo cantor nesta quarta-feira (8), em Salvador.
Foto: Reprodução/Instagram


O álbum “Vumbora” tem o mesmo nome do bloco que Bell vai desfilar no Circuito Barra/Ondina, na terça-feira de Carnaval.
Gravado em Salvador, o disco possui 10 faixas. Entre elas, está a nova música de trabalho “Nicolau“, composta por Bell, em conjunto com Ubiraci e Nicolau.  Outras músicas do disco são “Louco Amor”, “Amor Bacana”, “Savassi”, “Vumbora Vumbora”, “Vumbora Amar”, “Gosto de Amor”, “Da Varanda”, “Lindo é Viver” e “Dengo Meu”.
Ouça a nova música oficial do cantor, “Nicolau”:




Ronaldinho aparece em piscina com gatas 'aos seus pés'. É muita fartura!

Um momento de lazer de Ronaldinho Gaúcho está sendo compartilhado em redes sociais. Na imagem, o craque do Atlético-MG aparece de boné, óculos escuros, sunga branca e muito bem acompanhado.
Aos seus pés, cinco mulheres de biquíni fio-dental posam empinadas. O atleta não se manifestou sobre a imagem. De acordo com convidados que já participaram das celebrações, a farra chega a durar três dias ininterruptos.
A foto anda circulando pelo aplicativo Whatsapp. Na última semana, fotos de R10 durante sua temporada em Salvador, onde passou o Réveillon, acabaram caindo na rede e foram publicadas pelo jornal carioca "O Dia".
Segundo a publicação, ao final das festas, o clima era de muita animação e as pessoas estavam dispostas 'a quase tudo'.rona2.jpg

O camisa 10 atleticano retoma os treinamentos no próximo dia 20 de janeiro, quando todo o plantel principal do Galo iniciará a preparação para a temporada 2014.

Will Gold, o homem que não possui pênis nem testículos


               

Para quem não sabe, Gold é portador de uma rara enfermidade congênita chamada “agenesia gonadal”, que é a ausência de pênis e testículos. A síndrome é tão rara que atinge apenas 1 em cada 20 milhões de crianças recém-nascidas. Basicamente, o pênis e os testículos não se desenvolvem por conta da ausência da enzima 5aDHT.




                           

Entretanto, apesar da ausência de pênis, os “nulos”, como são chamados, produzem normalmente hormônio masculino. A aparência é a única diferença entre eles e os demais homens.


Mas você deve estar se perguntando como ele faz para satisfazer suas necessidades fisiológicas. Eu respondo. Will teve que passar por uma intervenção cirúrgica na qual os médicos uniram sua eretra ao reto. Com isso, todas as suas necessidades fisiológicas são realizadas por um único orifício.

Indústria continua "Maquiando" produtos

Diminuir a embalagem sem avisar o cliente e sem baixar o preço é ilegal. Desde 2005,
empresas responsáveis por 85 itens foram multadas.
Por causa das mudanças no tamanho dos produtos, Sabrina Demozzi evita receitas que citem embalagens padrão A redução sem aviso de produtos pela indústria, com manutenção do preço, foi escândalo há cerca de três anos. Na época, o Ministério da Justiça (MJ) notificou 24
empresas com base em uma portaria de 2002, apesar de o Código de Defesa do
Consumidor tratar do tema desde 1993. Isso não significou, porém, o fim da tática
ilegal.

Em 2013, tramitaram na Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) três processos
administrativos contra fabricantes que teriam reduzido produtos – irregularidade que se
encaixa no termo “maquiagem de produto”.

As últimas denúncias mostram que a prática é seguida por fabricantes de produtos bem
diferentes. Três tipos de item, no entanto, parecem mais propensos a sofrer reduções:
biscoitos, produtos de beleza e os sazonais, como os ovos de Páscoa, cuja periodicidade
limitada torna mais difícil a comparação de preços pelo consumidor. De 2005 a 2013, o
MJ multou empresas responsáveis por 85 itens. Somadas, as multas aplicadas desde
2008 ultrapassam os R$ 3,8 milhões.

Nesse bolo, estão duas marcas de biscoitos – a Cipa Industrial, que faz as bolachas
Mabel, e a Nestlé, das Tostines. Há ainda duas empresas de ovos de chocolate, a
Mondelez (ex-Kraft Foods) e a Garoto. Fazem parte da lista duas marcas de iogurte: a
Danone, que reduziu o desnatado Corpus; e a Cooperativa Central de Produtores Rurais
de Minas Gerais, dona da marca Itambé. A Pepsico reduziu o Toddy pronto. A Unilever foi multada por diminuir o sabonete Lux, enquanto a Kimberly Clark fez o mesmo com
papel higiênico. Nem ração de cachorro escapou, caso da Masterfoods Brasil.

O que pode 

A indústria pode reduzir produtos, desde que avise o consumidor e baixe o preço de
forma proporcional. O aviso deve ser impresso nas embalagens durante três meses. A
fiscalização fica a cargo dos Procons, que contam com a ajuda da percepção dos
consumidores.

Mas nem sempre a pesquisa é fácil. Além de exigir atenção da clientela, a forma mais
usual de tentar disfarçar a redução é dando ao produto uma cara nova – com embalagem
diferente, por exemplo. “As empresas usam diversas justificativas para negar
maquiagem. Em geral, dizem tratar-se de um novo produto. Às vezes muda-se pouca
coisa da lista de ingredientes, mas as embalagens continuam iguais”, conta a
coordenadora institucional da associação Proteste, Maria Inês Dolci.

Ao flagrar esse tipo de problema, é preciso que o consumidor leve o caso a um órgão
competente, para que as empresas sejam punidas.

Peso incorreto é mais frequente em carnes, frios e pescados

Outro problema enfrentado pelo consumidor está na divergência entre o peso real do
produto e o informado na embalagem. Esse tipo de irregularidade é constatado por um
órgão estadual, o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem), subordinado ao Inmetro. E esse
tipo de falha não é raro. De janeiro a novembro de 2013, o Ipem-PR homologou R$ 7,7
milhões em multas para varejistas e empresas envasadoras. As multas variam de R$ 2
mil a R$ 40 mil para reincidentes. Até então, os casos mais comuns têm sido de erro na
pesagem de produtos pré-medidos pelo comércio (como carnes e frios) e em pescados,
que costumam conter mais gelo na embalagem do que deveriam.

Fonte: Gazeta do Povo

Presos filmam detentos mortos decapitados em presídio do Maranhão

"Tem que ajeitar o foco", diz um preso a um colega que acabara de ligar a câmera do celular em meio a um grupo de detentos rebelados.
Vencida a discussão técnica, o que se segue é um documento explícito do horror praticado no complexo de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão, onde 62 presos foram mortos desde o ano passado.
São dois minutos e 32 segundos em que os próprios amotinados filmam em detalhes três rivais decapitados. E se divertem exibindo os corpos –ou que restam deles.

O vídeo, gravado no dia 17 de dezembro, começa com os presos caminhando por dez segundos dentro da penitenciária. Para preservar suas identidades, tomam o cuidado de exibir apenas os pés.
No foco principal, um homem de chinelos pretos e bermuda branca dá passos apertados, até que no oitavo segundo da caminhada o chão verde molhado de água se transforma num piso ensopado de sangue.
Dois segundos adiante, a câmera se levanta abruptamente e mostra o saldo do motim no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pedrinhas, um bairro da zona rural da capital maranhense.
Estão lá, diante da câmera e de comentários em tom de comemoração, os corpos de Diego Michael Mendes Coelho, 21, Manoel Laércio Santos Ribeiro, 46, e Irismar Pereira, 34.

O gestão Roseana Sarney (PMDB) não quis comentar o vídeo, enviado ao governo pelaFolha. Disse apenas que imagens supostamente registradas em Pedrinhas estão sendo divulgadas e poderão ser alvo de inquérito para investigar a sua veracidade.